Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado de Pernambuco

Preço do aço deve ficar estável em 2006

O preço do aço deve se manter estável em 2006, contribuindo, dessa forma, para a expansão dos negócios do segmento metal-mecânico. A esse respeito, o diretor do Simmepe, Francisco Gonçalez, acredita que a queda na demanda deva garantir a manutenção dos preços, como ocorreu no ano passado. O pensamento é reforçado pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS), que divulgou queda no consumo aparente de aço de 8,2% no ano passado.

A redução, segundo o IBS, é reflexo do baixo nível da atividade da construção civil e de setores consumidores de aço, como bens de capital e utilidades domésticas. Segundo Gonçalez, em 2005, a retração obrigou as distribuidoras, que acumulavam reajustes acima do praticado pelas indústrias do aço, a reduzir seus preços entre 10% e 15%.
   
     

Coalizão Empresarial tem novo presidente

A Coalizão Empresarial do segmento eletro-metal-mecânico para o Norte/Nordeste reúne-se, no próximo dia 17 de fevereiro, na sede do Simec, em Fortaleza. Na ocasião, Alberto Cânovas, do sindicato da Bahia, assume a presidência, para o exercício de 2006, no lugar de Valdelírio Soares, do Simec. Participam do evento, o vice-presidente do Simmepe, Sebastião Pontes, e o secretário-executivo, Girley Brazileiro.